Vila Madalena, o inferno é aqui

Ahhh a Copa do Mundo! O evento, que foi tão criticado antes de seu início, ganhou aceitação geral por parte dos brasileiros e principalmente dos estrangeiros que vieram ao país para torcer para seus próprios times. 

E uma das cidades-sede que mais recebeu turistas certamente foi a cidade de São Paulo, conhecida por seus pontos turísticos, por ser a maior cidade da América Latina e ainda polo econômico. E é exatamente por conta desse fato que ganhou tantos visitantes e torcedores de diversas partes do mundo.

Para segurar um pouco a folia, a FIFA criou o evento Fan Fest nas cidades-sede, onde tudo deveria ocorrer com segurança e conforto, tanto aos paulistas quanto aos estrangeiros que estariam no país. Porém, a lotação máxima do evento é de 30 mil pessoas.

A segunda opção planejada pelo Governo Paulista era a Avenida Paulista, porém, nem tudo ocorreu como o planejado e o bairro Vila Madalena se tornou o mais badalado durante o evento.

O bairro boêmio da Vila Madalena certamente não era uma opção oficial do governo, porém, acabou se tornando o maior ponto de encontro de brasileiros e turistas que estão em São Paulo durante o evento da Copa do Mundo.

Assim, em pesquisa realizada, o bairro boêmio com muitas opções de bares, restaurantes (mas também de residências) acabou se tornando o principal ponto de encontro da capital paulista.

Vila Madalena, palco para o Carnaval de rua

vila madalena

Assim, há quem esteja chamando a competição como um verdadeiro palco para a realização de um carnaval de rua, que ganha proporções maiores à cada nova partida.

A paquera, a azaração, o uso de drogas e até mesmo a realização de necessidades básicas nos portões das casas e bares começou a se tornar desenfreado.

É claro que os comerciantes da região lucram alto com o movimento, porém, os problemas afetam até mesmo eles, seja pela lotação, ou pela própria falta de segurança – muitos foram os donos de bares e restaurantes que precisaram instalar com os próprios recursos grades dos lados de fora do ambiente, para que o local não fosse mais invadido.

Enquanto alguns falam bem da festa, o que realmente tomou conta foram as reclamações por parte dos moradores, que começaram a conviver com a insegurança, com muita sujeira, com bagunça e inclusive com xixi e outras necessidades básicas que foram deixadas nas ruas do bairro após as partidas.

De início, foram disponibilizados 80 banheiros químicos na região, para suprir com as necessidades básicas dos visitantes.

Porém, nem isso foi suficiente para aguentar com toda a demanda que fora gerada pelos milhões de litros de álcool que ali foram consumidos, além das toneladas de lixo produzidas e depositadas nas próprias ruas do bairro.

A sujeira dos torcedores

A principal reclamação dos moradores não é nem em relação à grande quantidade de visitantes no bairro, mas sim com a bagunça que eles estão fazendo.

O lixo de cada um não é recolhido e fica exposto nas ruas da cidade. Enquanto isso, é possível encontrar brasileiros e estrangeiros urinando nos muros das residências.

Ao próprio atentado violento ao pudor começa a ocorrer na região, principalmente depois que os indivíduos começam a se exaltar com a bebida alcoólica.

Outro fato que torna a vivência no local impossível durante a Copa do Mundo, é em relação à falta de policiamento. As principais frotas estão disponíveis unicamente na Avenida Paulista e na Fan Fest, mesmo que o bairro Vila Madalena tenha sido caracterizado como o bairro que mais recebe visitas durante a Copa.

Assim, morar na região se tornou realmente um inferno durante as primeiras duas semanas de Copa do Mundo, coisa que promete se intensificar nos próximos dias.

Enquanto isso, os moradores reclamam pela falta de segurança e pela vulnerabilidade, já que não é nem mais possível dormir na região.

O principal medo é que os indivíduos comecem a invadir os quintais das próprias residências para satisfazer as suas necessidades íntimas.

Enquanto isso, as demais ruas da região estão sendo tomadas por bailes funks, pelo tráfico de drogas intensificado e ainda pelo atentado ao pudor.

Certamente a Vila Madalena se tornou um dos principais atrativos paulistas para curtir o evento, mas, os limites foram extrapolados e a vida dos moradores da região se tornou um verdadeiro inferno.

Leia mais:
Fechar