O que é bloqueio de sentimentos

Bloqueio de sentimentos é a condição que algumas pessoas desenvolvem de não conseguirem expressar de nenhuma maneira o que sentem emocionalmente. Isso faz com que sejam rotuladas como racionais ou insensíveis. A maioria dos casos de crises de bloqueio sentimental, são ocasionadas por um gatilho emocional que disparou a necessidade do cérebro bloquear as reações em determinadas situações. Tratamento com psicólogos costumam surtir um bom efeito e às vezes é necessária também a administração de remédios.

As pessoas que sofrem desse distúrbio apresentam-se similarmente. Geralmente tem vida social mas, não interagem com os amigos de forma plena. Em um relacionamento amoroso poderão passar por negligentes ou incapazes de amar. É aquele tipo de pessoa que não conversa sobre o que lhe vai na alma e quando lhe contam histórias comoventes vêem-se incapazes de transmitir empatia ou solidariedade. São erroneamente confundidas com os sociopatas.

O cérebro está em constante estudo e ainda não existem relatos conclusivos porque algumas pessoas conseguem e precisam bloquear completamente seus sentimentos. Porém sabe-se que as causas escondem-se na maior parte das vezes na infância e adolescência.

Quando surge o bloqueio de sentimentos?

bloqueio de sentimentos

Adultos que tem bloqueio de sentimentos, provavelmente possuem histórico de abuso emocional ou sexual na infância ou adolescência. Crianças que viveram em instituições e orfanatos também tem grande chance de desenvolver o bloqueio em algum momento da vida.

Quando tornam-se adultas, essas crianças e jovens deparam-se, por acaso, com situações parecidas às que viveram anteriormente e, automaticamente disparam o gatilho emocional que as fará bloquear os sentimentos por tempo indeterminado. Em alguns casos isso pode acontecer pela vida toda.

Se o abuso veio por parte do pai ou da mãe, provavelmente não quererão ter filhos com medo de agirem da mesma forma que agiram com eles. Não se relacionar emocionalmente é uma forma de evitar essa paternidade ou maternidade.

Alguns indícios desse problema podem aparecer apenas na vida adulta quando um padrão repetido de fracasso nos relacionamentos cria uma espécie de “armadura” fazendo com que a pessoa torne-se incapaz de desenvolver sentimentos por um novo parceiro (a) por conta dessas más experiências anteriores.

As crenças limitantes

Muito comumente também podemos chamar os bloqueios sentimentais menores de crenças limitantes, que são aquelas idéias que trazemos das nossas experiências anteriores e que, quando são negativas, isolamos em nossa mente como algo que não deve ser repetido. Assim quando não temos boas lembranças de relacionamentos afetivos, bloqueamos as condições de nos relacionarmos afetivamente.

Pessoas que buscam relacionar-se pela internet e que procuram conhecer prováveis parceiros (as) que estejam em outros países e que falem outra língua são um exemplo disso. O desejo de se relacionar existe, porém buscam parceiros que não proporcionariam um relacionamento completo propriamente dito. O fracasso desse suposto relacionamento reforçará na mente o processo de bloqueio.

A principal causa do bloqueio de sentimentos

O sentimento no fundo do bloqueio é o de rejeição. A pessoa acredita que será rejeitada se relacionar-se novamente da mesma forma que antes, então protege-se emocionalmente não demonstrando seus sentimentos e, principalmente, suas vulnerabilidades. No fundo até ama e tem sentimentos mas, não os trás à tona onde poderiam ser julgados e mal interpretados.

Pessoas que sofreram acidentes onde houveram batidas fortes na cabeça também podem apresentar bloqueios de sentimentos, desde que a parte afetada seja diretamente relacionada ao lobo cerebral responsável pela socialização. Nesses casos, se o dano for permanente, não haverá uma cura propriamente falando. A pessoa viverá com essa dificuldade para sempre.

Conteúdo Correspondente  05 passos de mentalidades auto destrutivas

Se o dano foi causado por má experiência na infância e adolescência, sessões de terapia lúdica podem ser muito eficazes na recuperação dos estímulos corretos que levariam a um relacionamento emocional satisfatório e prazeroso.

De qualquer forma e, em qualquer instância, pessoas com bloqueios de sentimentos devem ser tratadas normalmente. Forçar situações ou respostas estimulando-as de forma inadequada poderá agravar ainda mais a situação, fazendo com que o bloqueio seja irreversível.

Parceiros (as) de pessoas bloqueadas sentimentalmente devem ter paciência e interagir de forma a não parecerem inimigas. Criticar a falta de emoção poderá desencadear um processo de fracasso e fazer com que a pessoa sinta-se infeliz e desanimada, levando à depressão.

Em todos os casos é importante integrar o indivíduo com esse problema da forma mais natural possível, sem cobrar-lhe respostas ou atitudes que não está apto a prover. Cercar essas pessoas de carinho e aceitação pode ser uma boa forma de conseguir que o bloqueio se desfaça de forma natural e definitiva.

O que é bloqueio de sentimentos

Tempo de leitura: 3 min
78 Shares