10 coisas que os ansiosos não devem fazer no Facebook

Sentimentos de aflição e insegurança são sintomas comuns entre frequentadores das redes sociais. De acordo com o manual de classificação de doenças do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais, o transtorno de ansiedade generalizada se caracteriza pelo excessivo e persistente sentimento de preocupação, cujo controle envolve esforços de grande complexidade.

Contudo, a simples ansiedade é apenas uma reação normal a circunstâncias que gerem expectativas. Diante de situações cotidianas que envolvam nosso desempenho (entrevistas de emprego ou concursos públicos, por exemplo), a ansiedade se manifestará naturalmente.

Tudo o que podemos fazer é não permitir que ela tome conta de nós por tanto tempo quanto deseja! Com mais de um bilhão de usuários espalhados pelo mundo, o Facebook engloba um enorme contingente cujas origens são tão numerosas quanto diversificadas.

As diferenças sociogeográficas tendem, de alguma maneira, a se impor sobre os ânimos de quem é ansioso e inseguro, especialmente quando esses últimos entendem estar muito abaixo de um determinado patamar de sucesso.

Infográfico 10 coisas que os ansiosos não devem fazer no Facebook

ansiosos

Veja que interessante este infográfico da Iinterativa:

Infográfico – Só para baixinhos: como fazer melhor uso da tecnologia para crianças

Leia mais:
Fechar