Acabou as Olimpíadas! Acabou a doutrinação ideológica

Ando na contramão de muita coisa e por andar na contramão já não aguentava mais ouvir falar em Olimpiadas! Gosto é igual cu, cada um tem o seu, então tenho o direito de não gostar de andar no mesmo sentido da maioria. Felizmente, termina hoje as Olimpiadas Rio 2016, com ela termina a doutrinação ideológica. Ainda sou o dono do meu cu. Né não 😛

Nestes últimos dias as Olimpíadas foram comentadas, apreciadas e divulgadas como se nada mais estivesse acontecendo e que merecesse nossa atenção. Era um saco procurar assistir televisão. Parecia que a conquista de uma medalha pelos atletas brasileiros era coisa de fundamental importância num país que tem índices alarmantes de assassinatos (cerca de 60 mil por ano), pessoas morrendo nas portas de hospitais por falta de atendimento médico.

Como desgraça pouca é bobagem, não era só isto que acontecia de ruim. O Brasil bem que poderia ser chamado de Babacolândia. Não precisa eu desenhar para que você entenda o que quis dizer. O brasileiro deixa-se doutrinar bovinamente, basta que a Seleção Brasileira entre em campo com um punhado de jogadores mercenários e de conduta e moral duvidosa, para que o povo esqueça todas as dores e torça entusiasticamente.

Tá tudo bem, o Brasil ganhou, mas amanhã eu posso sair às ruas sem o medo de ser assaltado? Caso eu precise de um hospital, conseguirei atendimento médico? Nada muda, até a doutrinação ideológica vai continuar e ganhar força na próxima oportunidade.

Onde começa a doutrinação ideológica

doutrinação ideológica

Nas olimpíadas os atletas são vencedores, na doutrinação ideológica o sistema vence

Ih, isto é antigo, vem desde os tempos de Adão e Eva. O Diabo personificado na serpente ofereceu o conhecimento para o casal do Éden. Dificil é o individuo que se rebela, que pensa, que analisa as coisas. A maioria das pessoas tem preguiça de pensar. Não pensando, deixa que outros pensem por elas, então surge a doutrinação. As pessoas vivem com um selo de ignorância.

O linguista americano Noam Chomsky, considerado um dos maiores intelectuais da esquerda elaborou as 10 estratégias da manipulação. Uma destas estratégias (A Estratégia da distração), consiste em desviar a atenção do público dos problemas importantes. Um dos recursos largamente utilizado é a política do “pão e circo”, isto é, entreter o povo desviando a sua atenção das questões verdadeiramente essenciais.

Pink Floyd para esquecer esta porra de Olimpíadas

Pois é, como não dá pra ver televisão, então vamos ouvir musica, vamos ouvir Pink Floyd – Another Brick In The Wall. Seu interprete é David Bowie, o camaleão do rock, considerado um dos mais importantes nomes da musica internacional. Another Brick In The Wall, que na tradução para o português é Outro tijolo na parede, é um retrato eloquente de um sistema opressor, de uma doutrinação ideológica impar. Vamos ver o vídeo.

Viva a rebeldia mental, não precisamos de nenhuma doutrinação. Chega, recuso-me a ser outro tijolo na parede. Eu não preciso ser conduzido, eu me conduzo. Rejeito estas tolices, esta fila de Maria Vai com as outras. Viva. Viva a Sociedade Alternativa! Rejeito este sistema de esculhambação moral em que crianças vêem o futuro como se estivesse prestes a embarcar num trem com outras centenas de crianças sem rosto, sem identidade. Há uma luz no fim do túnel, mas também a névoa da incerteza.

Conteúdo Correspondente  Ele é rico e quer fazer política

Rejeito este sistema de adultos devidamente trajados de importância, mas que são vestes e mascaras que não lhes pertencem. Estes que oprimem, mas que são igualmente oprimidos. Rejeito igualmente a vida medíocre e nebulosa que querem fazer-me viver. Repudio um sistema que enfileira crianças em instituições de ensino – estas com seus sonhos, perspectivas e utopias – e de lá saem, sem rosto, sem identidade. Recuso-me a morrer sem minha identidade.

Não quero ser mais um, eu quero ser UM. Ainda que anônimo, mas Um senhor de minhas decisões. Vi tudo isto no vídeo acima, você consegue ver? Há mais coisas nos esperando. Há mais além da cortina de fumaça da ignorância. Há muita coisa a ser vista, há a verdade, mas para isto acontecer, precisa cair dos nossos olhos as escamas da doutrinação ideológica. Apenas espero que nossa revolta não nos torne em anarquistas.

Acabou as Olimpíadas! Acabou a doutrinação ideológica

Tempo de leitura: 3 min
4 Shares