A influência da televisão na produção musical

O Brasil é um país conhecido por ter tido grandes gênios quando se trata de música, aqueles que cantaram as belezas do nosso país ou os que usaram o seu talento musical para denunciar as barbáries ditatoriais. 

Grandes nomes brasileiros se tornaram conhecidos em todo o mundo pela sua música. Porém, depois de alguns anos, as coisas começaram a se transformar drasticamente neste cenário.

Com o fim da Ditadura, em 1985, e o início da democracia, o país passou a permitir as manifestações de expressão dos artistas e das outras pessoas.

No entanto, parece que o fato de ser permitido fez com que as denúncias aos poucos fossem desaparecendo das músicas. O que vemos hoje é uma intensa influência da mídia sobre a produção musical.

O que acontece nada mais é do que um ciclo: a mídia reflete os interesses da massa, ao mesmo tempo, coloca outras influências em meio à população.

Como a música é um produto para ser vendido (aliás, fazendo parte de um dos mercados mais lucrativos de todos), ela precisa atender aos anseios da população, que estão ligados ao que é transmitido pelos meios, principalmente pela televisão.

O gênero sertanejo universitário, por exemplo, é um dos que mais ganha artistas e músicas. Não é coincidência o fato de aparecer constantemente na televisão, como trilha sonora de novelas, parte de comerciais, programas de auditório.

É um gênero que tem visibilidade, justamente por isso: é um bom campo para quem quer lucrar com a música, essa é a tendência.

A população gosta da animação ou do romance do sertanejo universitário, por isso, a mídia utiliza-o para conseguir ainda mais audiência. Contudo, ao utilizá-lo, está fazendo com que ele seja ainda mais difundido.

É óbvio que isso não acontece apenas com o sertanejo universitário, mas com outros gêneros musicais, como o funk, por exemplo, que sofre um fenômeno muito semelhante.

O número de funkeiros e de produções deste estilo também tem se proliferado, e nisso também há a presença midiática.

Twitter tem influência em audiência televisiva

A influência da televisão

Isso tudo é tão verdadeiro que, agora, algumas músicas trazem a mistura do sertanejo universitário com o funk, como uma possibilidade de unir duas vertentes que estão em alta na mídia e, consequentemente, fazerem sucesso com a massa.

Outro exemplo de como a mídia pode influenciar a produção musical é a trilha sonora de séries e novelas, de um modo diferente do que já foi mencionado.

É impressionante como as músicas que tocam neste tipo de programação acabam se fixando na memória das pessoas, que as reproduzem em seu cotidiano.

Desse modo, para os artistas, receber a proposta de compor para este fim acabou se tornando uma grande possibilidade de fazer com que seu trabalho alcance ainda mais pessoas.

A influência da televisão na produção musical é um dos elementos que compõem a complexa relação existente entre os meios de comunicação de massa e a população.

Uma relação que está longe de ser linear, sendo, na verdade uma grande rede de interesses e influências que não se pode esconder.

Leia mais:
Fechar